P.S. Percussi
No @Dicas4fun, festas realizadas pela Vinheria! “Além da comida divina, saborosa, super fresca e massas caseiras, eles levam pratos, talheres, copos e toda a equipe de garçons, super alinhados e preparados.”  Mais informações, visite: http://www.percussi.com.br/eventos

No @Dicas4fun, festas realizadas pela Vinheria! “Além da comida divina, saborosa, super fresca e massas caseiras, eles levam pratos, talheres, copos e toda a equipe de garçons, super alinhados e preparados.” Mais informações, visite: http://www.percussi.com.br/eventos


Durante minha 13a. viagem à Vinitaly (o tempo passa!)  tive a oportunidade de conhecer alguns lugares incríveis fora da feira, especialmente mais ao sul da Itália, que compartilho com vocês em uma série de posts!
 
Minha primeira dica para os aficionados por vinho é a histórica Mastroberardino, em Avelino, interior da província da Campania, nas redondezas de Pompeia e Napoli. É tocada pela família de mesmo nome há 10 gerações e é muito respeitada no país. 
 
Eu já conhecia os vinhos da Mastroberardino por ter alguns na carta da Vinheria, mas eu gosto mesmo de investigar de onde vêm e como são feitos os grandes rótulos que provo, conhecer de perto! Por isso, consegui agendar para nosso grupo uma visita à vinícola!
 
Antes de mais nada, vamos a alguns fatos importantes. A Mastroberardino começou pequena e foi expandindo aos poucos, ao longo de cada geração. Produzem cerca de 2 milhões de garrafas/ano e vendem 70% dentro do próprio país. Isso mostra como são respeitados na Itália e como seguem o caminho oposto daqueles que mais vendem para fora. Para completar: tem bom preço e boa qualidade!
 
Durante nossa visita degustamos 4 vinhos durante um bate-papo com o enólogo. Começamos com 2 brancos clássicos Greco di Tufo e Fiano di Avelino. Em seguida fomos de tinto, produzido com uva Aglianico: Re di More, que, salvo engano, não chega ao Brasil. Para fechar com chave de ouro, fomos para um clássico, top de linha, o Radici Taurasi 2008, o ícone da Mastroberardino.
 
Depois de um delicioso almoço oferecido por eles passeamos pelas instalações. A Cantina Mastroberardino é linda e cheia de afrescos pintados por diversos artistas.
 
Estes afrescos, aliás, vão para os rótulos de seus vinhos! Enquanto você não tiver a oportunidade de visitar a vinícola, poderá dar asas à imaginação enquanto bebe os vinhos! 
 
Aglianico Irpinia Naturalis Historia IGT 2007 Mastroberardino
Taurasi Radici DOCG 2007 
Taurasi Radici Riserva DOCG 2006
 
No meu próximo post falo de outra joia da Mastroberardino: o Radici Resort, hotel onde nos hospedamos. 
 
Até lá! Baci e Abracci
 
Lamberto Percussi

Nos últimos anos, como uma maneira de incentivar funcionários e compartilhar nossas conquistas, adotamos um Programa de Participação nos Resultados na Vinheria. Em 2014, resolvemos trocar o dinheiro por conhecimento e formação profissional.

E um dos primeiros passos neste sentido foi um curso personalizado na Escola de Arte Culinária do chef Laurent Suaudeau. Durante três segundas-feiras eu e meus fieis escudeiros (e cozinheiros!), Geraldo e José Floriano, aprendemos mais sobre sous-vide e cozinha molecular.

sous-vide – que em francês quer dizer “sob vácuo” – é uma técnica que, na verdade, já usamos aqui na Vinheria, mas que queríamos aprofundar. Se você já pediu nosso Brasato ou nosso Ossobuco então já provou pratos que usam este método, que basicamente envolve cozimento de ingredientes embalados à vácuo, em baixas temperaturas e por longos períodos.

Existem máquinas especiais para o sous-vide, mas, por aqui, usamos com sucesso nosso forno combinado e alcançamos resultados muito bons, com pratos muito saborosos e íntegros, justamente porque não passaram por altas temperaturas!

Já a cozinha molecular – que ficou famosa graças às criações de chefs como Ferran Adrià – “desconstrói” alimentos e os reapresenta em formatos diferentes com uso de tecnologia. Não é exatamente a “praia” da Vinheria, mas certamente conhecê-la só nos faz bem e ajuda a pensar em novas maneiras de cozinhar e atrair o paladar de clientes!

As três aulas tiveram um tremendo impacto sobre nossa cozinha logo de cara. Com o tempo, imagino que o gostinho será ainda melhor! Eu já tive o privilégio de aprender com o Laurent e sabia o que me esperava, mas, para os meus companheiros o benefício foi ainda maior, especialmente porque nunca tiveram a oportunidade de uma formação clássica em escola de gastronomia.

Por tudo isso, tenho muita admiração e gratidão ao grande Laurent Suaudeau, que com muita generosidade compartilha sua experiência e que deu formação a muita gente hoje no mercado. Em sua cozinha impecável e junto de uma equipe educadíssima, é um multiplicador de sabedorias gastronômicas!

Quanto a Vinheria, aguardem muitas novidades no cardápio para este ano.Estou determinada e apaixonada pela ideia de resgatar com essas técnicas tradições e sabores familiares que perdemos há algum tempo, com esta vida corrida que todos levamos.


Aí vamos nós de novo!
Pelo sétimo ano consecutivo a Vinheria Percussi é reconhecida pela revista Wine Spectator.
No prêmio Award of Excellence entramos na categoria de cartas de vinho com mais de 100 rótulos bem selecionados e harmonizados ao menu.
O prêmio é também um reconhecimento do trabalho de Lamberto Percussi, proprietário e sommelier da casa, que há anos investe na carta de vinhos do restaurante.

"É sempre uma honra e uma alegria participar de uma publicação que teve, tem e continuará tendo a primazia na divulgação das Cartas de Vinho que privilegiam os apreciadores da bebida, mundo afora!"

Curioso para saber o que oferecemos? Veja a Carta de Vinhos da Vinheria Percussi aqui.

Aí vamos nós de novo!

Pelo sétimo ano consecutivo a Vinheria Percussi é reconhecida pela revista Wine Spectator.

No prêmio Award of Excellence entramos na categoria de cartas de vinho com mais de 100 rótulos bem selecionados e harmonizados ao menu.

O prêmio é também um reconhecimento do trabalho de Lamberto Percussi, proprietário e sommelier da casa, que há anos investe na carta de vinhos do restaurante.

"É sempre uma honra e uma alegria participar de uma publicação que teve, tem e continuará tendo a primazia na divulgação das Cartas de Vinho que privilegiam os apreciadores da bebida, mundo afora!"

Curioso para saber o que oferecemos? Veja a Carta de Vinhos da Vinheria Percussi aqui.


Nesta sexta a Vinheria Percussi completa 29 anos!
Para celebrar nossas quase três décadas, temos um presente especial para os clientes que nos visitarem no almoço ou jantar do dia 4 de julho: uma taça do espumante Brut Ópera ‘Vinheria Percussi’ VSQ “Le Marchesine”.
É isso mesmo! A Vinheria tem seu próprio espumante e nada melhor que nosso aniversário para apresentá-lo oficialmente aos nossos clientes!
O Brut Ópera ‘Vinheria Percussi’ VSQ é produzido pela Le Marchesine, vinícola renomada de Franciacorta, na Lombardia. A região é exímia produtora de espumantes, feitos pelo método clássico (ou Champenoise), com uvas Pinot Noir e Chardonnay. Diferente do Prosecco, que usa o método Charmat de fermentação (em autoclave), os Franciacorta tornam-se espumantes como os de Champagne, com a segunda fermentação na garrafa.
Nosso “namoro” com a Le Marchesine vem de uns dois anos, desde que recebemos o jovem (e grande) Luca Gardini na Vinheria e conhecemos a importadora Sicilianess. A vinícola queria entrar no mercado brasileiro e - para nós - foi um grande prazer ajudar nessa conquista!
Mas, de volta ao nosso Franciacorta Vinheria Percussi: O Ópera Brut é um espumante muito fresco, delicado, equilibrado e gostoso de beber. Se quiser ir além da primeira taça de presente, ele está em nossa carta por R$ 18 a taça e R$ 90 a garrafa.
E se quiser esticar mais ainda e levar o Brut Ópera ‘Vinheria Percussi’ VSQ para casa, outro presente pelos nossos 29 anos: 30% de desconto na compra do espumante durante todo o mês de julho!
Então feliz aniversário para a Vinheria e venha celebrar com a gente (ouvi dizer que no fim de semana ainda tem uma doce surpresa pra quem visitar o restaurante!)
Baci & abracci
Lamberto Percussi 

Nesta sexta a Vinheria Percussi completa 29 anos!

Para celebrar nossas quase três décadas, temos um presente especial para os clientes que nos visitarem no almoço ou jantar do dia 4 de julho: uma taça do espumante Brut Ópera ‘Vinheria Percussi’ VSQ “Le Marchesine”.

É isso mesmo! A Vinheria tem seu próprio espumante e nada melhor que nosso aniversário para apresentá-lo oficialmente aos nossos clientes!

O Brut Ópera ‘Vinheria Percussi’ VSQ é produzido pela Le Marchesine, vinícola renomada de Franciacorta, na Lombardia. A região é exímia produtora de espumantes, feitos pelo método clássico (ou Champenoise), com uvas Pinot Noir e Chardonnay. Diferente do Prosecco, que usa o método Charmat de fermentação (em autoclave), os Franciacorta tornam-se espumantes como os de Champagne, com a segunda fermentação na garrafa.

Nosso “namoro” com a Le Marchesine vem de uns dois anos, desde que recebemos o jovem (e grande) Luca Gardini na Vinheria e conhecemos a importadora Sicilianess. A vinícola queria entrar no mercado brasileiro e - para nós - foi um grande prazer ajudar nessa conquista!

Mas, de volta ao nosso Franciacorta Vinheria Percussi: O Ópera Brut é um espumante muito fresco, delicado, equilibrado e gostoso de beber. Se quiser ir além da primeira taça de presente, ele está em nossa carta por R$ 18 a taça e R$ 90 a garrafa.

E se quiser esticar mais ainda e levar o Brut Ópera ‘Vinheria Percussi’ VSQ para casa, outro presente pelos nossos 29 anos: 30% de desconto na compra do espumante durante todo o mês de julho!

Então feliz aniversário para a Vinheria e venha celebrar com a gente (ouvi dizer que no fim de semana ainda tem uma doce surpresa pra quem visitar o restaurante!)

Baci & abracci

Lamberto Percussi 


Arancini, a versão italiana do bolinho de arroz. O nosso leva açafrão e mozarela de búfala! Pra pedir enquanto aguarda no bar ou já na mesa. Vamos? (at Vinheria Percussi)

Arancini, a versão italiana do bolinho de arroz. O nosso leva açafrão e mozarela de búfala! Pra pedir enquanto aguarda no bar ou já na mesa. Vamos? (at Vinheria Percussi)


É sempre uma delícia ver seu trabalho elogiado, certo? E se você é chef de cozinha a honra é ainda mais especial. Afinal de contas, você agrada, no mínimo, dois grandes e exigentes “clientes”: o paladar e o estômago.

Vez ou outra um visitante da Vinheria vai além e consegue desvendar exatamente minha intenção com determinado prato. Este foi o caso do querido Anesio Fassina, que esteve por aqui para provar meu Pici all’Aglione e Salsiccia, uma massa caseiríssima com molho de tomates, alho e linguiça artesanal.

Nas fotos acima você vê o passo a passo do Pici (pronuncia-se “Píti”). A massa é aberta e dobrada. Depois é cortada com faca. E o próximo passo é o que faz toda a diferença: as fatias são abertas novamente com as mãos, enroladas, ficando com a aparência de spaghetti mais grosso.

E aqui a opinião do Anesio, que me deixou muito feliz!

“A Vinheria comparece com o Pici. Conheci pici num restaurante em San Giminiano durante uma visita gastronômica à Toscana há dois anos. Voltei a prová-lo em Volterra, também na Toscana. Achei a massa uma das maravilhas que somente as nonnas e mammas italianas podiam produzir. Mas me enganei: os descendentes também o reproduzem com maestria. Parabéns a querida Silvia pela ideia, pela dedicação e pelo amor com que produziu iguaria tão sensacional.


O que me foi apresentado é a verdadeira cozinha manual e caseira. O alho em volume e quantidade adequados que não comprometem o sabor e consistência da massa ‘al dente’ com suas imperfeições características da massa feita a mão. Quem curte culinária sabe avaliar o que estou dizendo. No ragù pedi para por um pouco mais do maravilhoso pepperoncini italiano (gosto de comidas picantes). A porção perfeita e harmonizado com um verdadeiro vinho tinto toscano da carta de Lamberto Percussi não me deu chances de pedir sobremesa, contentei-me com 2 cafés muito bem tirados”

Na sua próxima visita a Vinheria, prove o Pici e conte para gente o que achou!

Ah, e se você é colecionador de Pratos da Boa Lembrança, tenho uma boa notícia: o Pici all’Aglione e Salsiccia é nossa escolha de 2014! Ao pedi-lo, você leva para casa um prato de cerâmica, como este que o Anesio mostra na foto comigo.

Clique aqui para saber mais sobre nosso prato da Boa Lembrança 2014 e de todas as edições anteriores.


Olha só como ficam as trufas negras raladas na hora sobre o prato, neste caso o Raviolo com recheio de gema molinha. Por R$ 7,50/grama. No almoço e jantar. Reservas: 3088-4920 (at Vinheria Percussi)

Olha só como ficam as trufas negras raladas na hora sobre o prato, neste caso o Raviolo com recheio de gema molinha. Por R$ 7,50/grama. No almoço e jantar. Reservas: 3088-4920 (at Vinheria Percussi)


Polenta com trufas negras. Do menu de sugestões para acompanhar a iguaria vinda da Itália e que é ralada na hora sobre os pratos, por R$ 7,50/grama. Veja mais em: http://bit.ly/trufasnegras2014 Reservas: 3088-4920 (at Vinheria Percussi)

Polenta com trufas negras. Do menu de sugestões para acompanhar a iguaria vinda da Itália e que é ralada na hora sobre os pratos, por R$ 7,50/grama. Veja mais em: http://bit.ly/trufasnegras2014 Reservas: 3088-4920 (at Vinheria Percussi)


Em dia de jogo do Brasil não pode faltar massa nas nossas cores! Esta é a do Raviolone, que é recheado com gema molinha e fica perfeito com trufas negras raladas na hora a R$ 7,50/grama. As trufas negras, importadas da Itália, seguem na Vinheria até final do estoque. Reservas: 3088-4920 (e funcionamos normalmente hoje!). (at Vinheria Percussi)

Em dia de jogo do Brasil não pode faltar massa nas nossas cores! Esta é a do Raviolone, que é recheado com gema molinha e fica perfeito com trufas negras raladas na hora a R$ 7,50/grama. As trufas negras, importadas da Itália, seguem na Vinheria até final do estoque. Reservas: 3088-4920 (e funcionamos normalmente hoje!). (at Vinheria Percussi)


Rua Cônego Eugênio Leite, 523 - Jd. América - São Paulo
Fone/Fax: 11 3088 4920 / 3064 4094

4square Instagram Twitter Facebook Google+ Tumblr